02/03/2009

Sem palavras e com muito pique


E lá se foram os 12km... debaixo de um sol alucinante, num domingo de muito calor e gripe. Sim, corri dopada gente. Tomei na noite anterior à corrida uma dose de paracetamol e mais outros componentes (= naldecon), me abasteci com um pacote de lenços descartáveis e corajosamente, enfrentei os 12 km da Abertura do Circuito Corpore, e... foi uma delícia!

Voltando um pouco no passado, posso dizer que fiz uma maratona no carnaval. Pulei muito. Um exemplo de um dia-maratona foi o domingo de carnaval: de manhã corri 12 km pra ver como me saíria na corrida, almocei, às 15h foi pra Praça da Matriz curtir as marchinhas de carnaval e ver o desfile de bonecões, às 19h estava na Avenida do Samba assistindo o desfile das Escolas de Samba de Atibaia (que chega a ser mais engraçado do que bonito, rs) e pra finalizar, dancei muito no baile de carnaval, das 0h00 às 5h30 da manhã de segunda. Ufa...

Resultado de tudo isso: uma gripe! Lendo o blog do Samuel, descobri que isso pode ser uma virose típica de carnaval... pelo menos lá em Salvador. Eu acredito que posso ter abusado da minha capacidade física e meu sistema imunológico enfrequeceu-se. Resumindo: não treinei mais a semana inteira.

Mas eu não poderia deixar de correr, afinal, não participava de uma corrida desde de agosto de 2008. E mesmo gripada foi delicioso correr. Não consegui encontrar minhas amigas virtuais Fabiana e Mayumi, passei na tenda da Playteam após a prova mas acho que já era um pouco tarde e elas já tinham ido embora. Apesar que quase tive certeza de ver a Mayumi por duas vezes, a primeira foi no ínicio da primeira subidinha... ela passou por mim a passos curtos e fortes (eu acho, pois ela estava de costas) mas fiquei receosa de chamá-la e quebrar a sua concentração e talvez causar um acidente, rs, e também a vergonha da pessoa virar e não ser quem eu achava que fosse, sabe como é Mayumi... os orientais são bem parecidos, rs (por acaso você estava com um shorts cheio de bolsinhos atrás? rs). A outra foi na entrega do chip/retirada de medalha, acho que ela estava na fila oposta a minha, mas enquanto eu pegava meu lanchinho a guria foi tão rápida que sumiu no meio da multidão, e como sou uma pessoa discretíssima (rs) não quis sair berrando pela USP... Mayumi, mayumi... sem nem ao menos ter certeza de ser ela.

Bem, terminei e prova em 1h19 (no meu relógio) e uma única lesão: perdi a voz, juntamente com as calorias naquele domingo quente de março, rs.

Ainda bem que posso escrever, pois se tivesse que falar, vocês teriam que esperar um bocado de tempo até minha garganta se recuperar...


E dia 29/03 tem Etapa Outono do Circuito das Estações Adidas. Estarei lá com voz ou sem voz!


Let´s run

9 comentários:

  1. Ana que calor foi aquele?
    Eu cheguei atrasada sofri com o calor e passei mal no final e fui embora logo,mas logo mais nós veremos,ainda não sei se farei a adidas.

    Bons Kms.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Ana, tudo bem ? Parabéns pela coragem ! Encarar 12 Km, ainda mais gripada, debaixo de um sol daquele diâmetro realmente é coisa pra guerreira. Clinicamente recomendável pode até não ser, mas que é mesmo uma delícia vencer um desafio desses, nisso eu concordo totalmente com você.

    Boa semana e que o silêncio não se prolongue muito ...

    Fábio Namiuti
    http://fabionamiuti.hd1.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá amiga Ana
    Isso vai passar, foi uma fase de muito sobressalto e deixou marcas, mas é normal o que aconteceu.
    Esse calor aí que vos vai dificultando a vida (de corredor) podia ser destribuído um pouco para aqui, é que voltou a chuva e o frio, mas para a corrida tem estado uma maravilha.
    Parabéns pela sua corrida e também pelo tempo alcançado apesar de adoentada.
    Um abraço e continuação de bons treinos.

    ResponderExcluir
  4. Ana,
    Parabéns pela coragem e disposição.
    Grato,
    Ass.: Guilherme.

    ResponderExcluir
  5. Oi Ana, td bem? Q coragem hein...
    Parabéns pelo esforço e resultado...
    Agora vê se cuida dessa gripe direitinho!

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pela prova Ana.
    agora ficar desde agosto do ano passado sem participar de uma prova, nossaaaaaaaaaa.....

    Eu se eu ficar um mês já fico doido.rsrsrs
    Valeu
    Meus parabéns novamente.
    Bjinhus paranaenses pra vc.


    ...tutta...
    ubiratã-pr.
    www.correndocorridas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi, Ana:
    Já tinha lido a sua postagem, menina! Só que, acho que deu erro na hora que fui enviar o meu comentário! Rs. Eu estava mesmo com um shorts cheio de bolsinhos atrás! Rs. É para guardar os sachês de gel! E como estava quente, não? Parabéns pela conclusão da prova!
    Bem, oportunidades de nos conhecermos, não vai faltar! Vc trabalha na região da Paulista? Vamos combinar algo no almoço! Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Ana;
    Parabéns pela dedicação e força em concluir a prova mesmo gripada..
    Abraço.
    Maurão.

    ResponderExcluir
  9. Ana,

    Em primeiro luga quero te agradecer por visitar o meu blog. Uma grata surpresa ver que voce esta seguindo este meu humilde blog. Vou seguir o teu também.

    Menina, vocês poderiam dividir um pouquinho deste calor comigo aqui nos States. Ontem eu corri 22km debaixo de um frio horrível, mais vento, e neve para piorar ainda mais. Terminei este treino nem sei como pois o vento era tanto que cada passada adiante 3 eram para tras... enfim parecia que tinha corrido uma maratona inteira. E o frio? no inicio da corrida nao sentia os dedos dos pés.. e as mão? era pura dor... isto acontece sempre ate nos aquecermos. Sofrimento e pouco mais o amor pela corrida é maior ou somos loucas?? hehhhhhhhh


    Olha, parabéns pela corrida. Você é uma guerreira por correr com tamanho calor e com esta gripe. Mais venceu um desafio e deve se sentir super orgulhosa. Compartilho contigo este orgulho amiga.

    Boa sorte nas suas proximas corridas. A minha proxima maratona será no dia 11 de Abril.. Falta pouco.

    Abraços,
    Sandra

    ResponderExcluir